New Property

loading...

Keller Williams: Nº #1 e ainda agora começámos!

Foram espectaculares os resultados da Keller Williams em 2017!

A marca Keller Williams já era um líder claro em termos de numero de agentes desde 2014 tendo reforçado a sua posição ao longo de 2015 e 2016. Em 2017 continua o crescimento de numero de agentes de uma forma já imparável.

Keller Williams - Crescimento em número de consultores imobiliários

Em termos de volume e número de negócios fechados é a primeira vez que a Keller Williams está na liderança, ficando segundo o seu CEO, John Davis, parte desse crescimento a dever-se à estratégia de internacionalização da marca. Estes resultados vêm dar razão aquela que muitos consideram ser uma estratégia ganhadora da maior marca de franchising imobiliário do mundo: Estabelecer relações Win-Win entre todos os participantes no negócio e a implementação de uma cultura que as restantes marcas simplesmente não conseguem copiar.

Keller Williams - Crescimento em volume de faturação

Keller Williams - Crescimento em número de imóveis vendidos

Os gráficos são elucidativos do percurso desta mega empresa onde temos muito orgulho em trabalhar.

#1 em número de agentes

#1 em volume de negócios

#1 em número de transacções

 

Escrituras de venda de casas passam a mencionar modo de pagamento

Desde o final de 2017 que as escrituras de compra e venda de imóveis têm que identificar todos os meios de pagamento através das quais os prédios são transaccionados.

Esta é uma medida que visa permitir às autoridades seguir o rasto ao dinheiro envolvendo transacções de imóveis e reduzir os riscos de negócios simulados.

As novas regras foram publicadas em Agosto de 2017 em Diário da República, no diploma que cria o Registo Central do Beneficiário Efetivo (RCBE), e concretizam-se através de alterações ao Código do Registo Predial e ao Código do Notariado.

Com estas alterações, se um prédio for comprado através de cheque, por exemplo, será preciso indicar o seu número e o banco. E no caso de se tratar de uma transferência bancária terão de ser identificados o banco e o número da conta. Tudo elementos que não constavam das escrituras. No caso de pagamentos em dinheiro, terá ainda de ser indicada a moeda usada na transacção e este será um meio limitado já que existe uma proposta que limita o dinheiro vivo a 3.000 euros.

Fonte: Jornal de Negócios

ENCONTRE UM IMÓVEL
Inscreva-se

Seja o primeiro a conhecer os nossos imóveis e a receber novidades e as últimas notícias do mercado!